O cúmplice

eu_magrelo

Eu sempre acreditei em um grande amor, desses que preenchem os cantos do corpo e tomam a alma inteira da gente. Eu sempre quis esse amor. Eu sempre soube que a vida cruzaria nossos caminhos, fosse como e quando tivesse que ser. E acho, cá com meus botões, que essa certeza foi plantada em mim quando tinha seis nos de idade, quando era uma pirralha na escola e conheci um pirralho que se dizia apaixonado por mim. Era um moleque bem pra frente, com um redemoinho engraçado no cabelo liso de doer e dos mais bagunceiros da área. Ele vivia me rodeando, me dando presentes, insistindo nessa paixão. Eu sempre na defensiva, sem saber direito o que ele queria de mim com a incansável determinação de um adulto. Por anos ele foi meu par na quadrilha da escola, até que as mães de outros meninos vieram reclamar junto a diretora e pedir um sorteio para determinar, democraticamente, meu “noivo”. E assim foi feito, sendo sorteado ninguém mais ninguém menos do que o danado do menino apaixonado. “Marmelada! Repita o sorteio, professora!” Mas não adiantava, a vida parecia já ter escolhido meu par, saiu o nome dele pela segunda vez! 25 anos depois disso, aquele moleque insistente apareceu na minha vida com a mesma paixão daquela época. Só então eu pude entender quem ele era, o que ele queria de mim e tudo o que poderíamos construir juntos. Eu sabia que meu grande amor chegaria, só não sabia que ele estava guardado nas gavetas do nosso peito desde a infância.

14112013-IMG_3499

Hugo é meu companheiro de aventuras, alguém que me completa de forma tão intensa que não sobra espaço para pensar como seria a vida sem ele agora. É o cara que me enche os olhos toda vez que o vejo de longe, que o observo em silêncio, prestando atenção nos seus trejeitos, sua forma de parar os pés quando fuma um cigarro, no movimento das suas mãos quando fica ansioso. A noite, enquanto Hugo dorme e eu amamento Nina, fico olhando pra ele e lembrando das nossas viagens pelo mundo, pensando na nossa cumplicidade, sentindo a força da nossa união, desejando que ele nunca saia dali, do meu lado, de dentro de mim. E agradeço, com o peito cheio de alegria, por tê-lo como parte tão linda da minha história, que agora é nossa.

Foi ele quem me trouxe a grandeza de ser plural, de dividir tudo e multiplicar por amor. Me ajudou a lidar melhor com as diferenças, aceitá-las quando se dá conta e entendê-las quando se abre o peito pra isso. Me mostrou que ligar o “foda-se” pode ser a melhor saída para uma determinada situação e que ser sempre a boa moça sucks! Nossas trocas são diárias, regadas a boas risadas, choro ou silêncio. Silêncio este que foi trazido por ele também, a não necessidade de discutir, de argumentar, de questionar. Calar, ás vezes, é respeitar o lugar do outro, é olhar pra dentro, é se perguntar e se descobrir.

14112013-IMG_3498

Depois de quase quatro anos juntos, ainda choro de amor, ainda sinto arrepios quando ele me toca, ainda me emociono quando olho pra família que construímos juntos. é tudo tão cheio de amor, de verdade, de carinho e respeito que eu nem sei falar. Eu me sinto tão segura ao lado dele, tão forte que poderia viver cem anos recomeçando vidas e vidas com a filharada toda nas costas! Hugo é o cara que me faz crescer todo dia, junto com nossos pequenos e a vida que escolhemos viver. Ele é meu cúmplice nas aventuras dessa estrada, a melhor de todas as surpresas que a vida me deu.

Com os olhos cheio d’água, com o corpo vibrando esse amor que tanto me emociona, agradeço a ele por tudo que foi, é e ainda será. E deixo aqui, nessa pequena declaração de amor, toda a alegria em dividir minha existência com ele e nossos filhos. Quem dera um dia a gente poder traduzir essa plenitude em palavras, melhor mesmo é sentir a certeza de que somos melhores juntos. Te amo, Magrelo, daqui até a lua, ida e volta.

18102013-IMG_3187

Anúncios

51 pensamentos sobre “O cúmplice

  1. Preciso dizer que me arrepiei ao ler a história de vocês? Gente, que coisa linda! Acho que quando é pra ser por mais que os caminhos se desencontrem no decorrer da vida, o universo conspira pra que duas almas se encontrem.

    Eu também tive a sorte de conhecer uma pessoa muito, muito especial há 7 anos atrás. Eu ainda era bem nova, mas sempre tive a certeza de que ele era a pessoa com a qual eu gostaria de compartilhar a minha história e de fazer tantas outras coisas. Por mais que ja tenhamos passado por muitos problemas juntos, tudo o que vivemos só fez amadurecer nosso amor e hoje, depois de tantas histórias doloridas e de bons momentos, vivo uma relação que chegou a um nivel de maturidade tão sensacional, que as vezes me pego pensando se sou mesmo merecedora de todas essas coisas boas que tem acontecido. Sim, eu sou. Rs…

    Desejo muito amor pra vocês. Que vocês continuem caminhando juntos e que as dificuldades da vida não sejam impecilho para viver esse amor tão bonito. Que Deus abençoe essa união tão especial e conserve em vocês o amor e o respeito!

    Abraço!

  2. Nossa, que lindo!!!!
    Bom quando a gente encontra nossa “metadinha”, né?! Acho que também encontrei a minha…a 7 anos…acho? hehehehe….
    Mas no lugar dos filhos só o que temos são 7 cães…vai entender, né?!
    Coisas da vida…
    Enfim, desejo muita felicidade de verdade…admiro a coragem de largar tudio e começar de novo!!!!
    Beijos mil….

  3. Que texto lindo, que cumplicidade ímpar, que amor contaginate…
    Deixo o silencio pra mostrar o quanto este texto imundou meu ser de foma tão especial…

    sem palavras…

  4. Eu achei que seria impossível eu me apaixonar mais pela história de vocês… Errei feio! Gratidão por compartilhar este imenso amor, esta imensa simplicidade! Muita luz para vocês!

  5. Todo universo pra gente se perder
    Não foi suficiente, olha e vê
    Fez a minha órbita
    Passar rente de você
    E a tua gravidade me prender

    Lulu santos

  6. Só queria dizer que essa foi a declaração de amor mais sensível, linda e sutil que eu já li na vida.
    Obrigada por compartilhar esse texto.
    Espero que todas as pessoas tenham a oportunidade de viver o amor nessa intensidade.
    Beijos!

  7. Não há um de seus posts que não tenha me feito chorar, mas esse foi demais…Eu tb vivo um amor desse jeito. Entendo bem do que vc fala. Boa sorte na vida nova e com a família linda que vcs construíram. Bjos,
    Glauce

  8. Queridos
    Que estória linda, chorei mto e acredito q servirá de estímulo p uma escolha um tanto menos revolucionário de nos mudarmos p o interior do RJ e aproveitarmos e conhecer melhor o sentido da vida, desde q Ben nasceu, depois de 17 anos do nosso João, não nos reconhecemos mais nessa imensidão da metrópole, precisamos nos encontrar longe desse consumo desesperado q nos arranca a vida. Parabéns e força sempre, q todas as energias dos universo estejam c vcs!
    Nina, Ben, João e Gustavo

  9. Quanta coisa linda…..
    Eu vim parar aqui por acaso e acabei lendo toda a história linda que vc contou!
    Eu admiro muito a sua coragem, muito bem explicada e compreendida no post em que vc conta como foi que vc pariu a sua filhinha. Eu sou médica e fiquei impressionada com a força que vc imprimiu naquilo tudo. Força que só uma mulher com “m” maiúsculo poderia contar.
    Parabéns pelas escolhas que vcs fizeram. Certamente não seriam as escolhas que eu faria, mas a história de vcs é recompensadora. Todo mundo sai melhor depois de ter vindo aqui e ter lido o seu blog.
    O seu filho é a prova viva de que tudo o que vcs desejam é possível de construir. As fotos que vcs fazem parecem ter vindo da National Geographic. Se vc não tem formação profissional em fotografia, então só pode ser um dom, mesmo.
    Como eu li lá atrás, eu só tenho uma coisa a dizer: não esqueça de escrever um livro. Vc nasceu para isso. Eu li tudo com um nó na garganta de tanta emoção.
    Parabéns. Que sejam todos abençoados! E, como eu gosto tanto de dizer para os meus pacientes, tenham boa sorte!

  10. Manu,
    Impossível nao se emocionar . Lindo e sensível texto! Você e uma escritora nata! Continue nos presenteando com sua linda, real e corajosa história de vida! As fotos são espetaculares! Já pensou em escrever um livro? Felicidades a vc e família. Nina e Tomé são lindos. Bjs,

  11. Oi!

    Cheguei aqui por indicação de um grupo em que participo, e a historia que acabei de ler não poderia ter sido mais tocante, mais profunda e mais apropriada para o meu momento!
    Que todas as energias boas, positivas e do bem maior conspirem sempre a favor da sua linda união!
    Um beijo com muito amor de uma nova admiradora sua!
    Ingrid

  12. Manusguela fazendo das palavras e das imagens mais do que uma prova de amor, uma prova de que tudo é possível quando acreditamos e nos entregamos a bons sentimentos. Eita texto lindo, danado! Estou quase tomando coragem para mudar tudo, Manu!! Mais uns poucos textos seus e eu me pico da paulicéia desvairada que está comendo o meu juízo!! Bjs aos 4. Lu.

  13. Nossa que história linda!! E o melhor, se conhecendo desde criança seus planos são os mesmos, isso é lindo demais! Parabéns a vocês dois!

  14. Tenho acompanhado suas palavras de tanto amor e vida! Obrigado por isso…
    Mas fico me perguntando sempre: como será as noites dessa família tão linda? Conta pra gente um pouquinho desse pedacinho de tempo que na cidade cada vez mais é usufruído apenas na cia da televisão ou da cervejinha com os amigos… A noite aí é estrelada?!

    • Ei, Barbara! (desculpe p teclado sem acento)
      As noites aqui sao estreladas do lado de fora e tumultuada do lado de dentro da casa. Depois das seis da tarde começa a gincana de final de dia: banho em uma criança, na outra, jantar, colica, peito, banho eu, banho marido, criança chora, ri, cai, lavar vasilha, comer, cantar pra dormir, ninar, cair na cama,filminho ufa. Nada muito diferente do “normal”, ne? E tudo feito com muito amor.

  15. Todo dia entro aqui para ver se tem novas publicações, simplesmente amo seu blog, a história de vida de vocês que aqui está registrada e tudo mais… Me faz ter esperança em um mundo melhor e me deixa feliz! Obrigada por compartilhar um pouco dessa aventura comigo e com o mundo ❤

  16. Manu, Conheci seu blog através do Facebook de um conhecido , e simplesmente me encantei com tudo que você escreve, com sua coragem e com sua linda família. Sou uma pessoa que tenho um sonho de largar a babilônia da cidade grande , pra VIVER a VIDA de verdade. Cada dia que leio o seu blog , penso mais na vida que levo e penso que tenho que tomar um rumo. A cidade está acabando comigo.
    Em outubro fiquei 15 dias na Chapada Diamantina e simplesmente me apaixonei, com a natureza do lugar, com as pessoas e com a simplicidade que todos vivem (até pensei que poderia ver vocês lá), já que leio o seu blog desde o inicio rsrsrs, mas a Chapada é imensaaaa….
    Voltei de lá eu e meu namorado, com um proposito, de que temos que melhorar nossa qualidade de vida, nos encantamos com o modo de vida e discutimos isso a viagem toda, até o sabor da comida é diferente, é tudo fresco, tudo colhido ali bem no fundo na hortinha.
    Vou continuar lendo seu blog, me saboreando e me emocionando com as imagens e com suas lindas palavras.
    Resolvi te escrever porque te admiro muito!!
    Bjs

  17. Contranarciso – Paulo Leminski
    em mim
    eu vejo o outro
    e outro
    e outro
    enfim dezenas
    trens passando
    vagões cheios de gente
    centenas

    o outro
    que há em mim
    é você
    você
    e você

    assim como
    eu estou em você
    eu estou nele
    em nós
    e só quando
    estamos em nós
    estamos em paz
    mesmo que estejamos a sós

  18. Como dizem no Japão: ” Subarashii!!!”
    A cada relato uma grande emoção e a certeza que tudo nessa vida vale muito a pena! =)
    Também mudamos o nosso rumo e estamos tentando ( pois as vezes não é fácil ) caminhar e viver uma vida mais simples, mais saudável e com muito mais amor! Saibam que vocês tem nos inspirado muito!!! =D
    Abraço carinhoso!
    Akiko Kawashima ❤

  19. Queridos,
    cheguei a vocês através Mila, que contou prá um amigo…que contou prá mim! Assim, bem na cara e no jetiitnho da sua família, nos encontramos.
    Entrei sem bater como fazem os vizinhos, já que vizinhança também se faz também de longe, pela ponte do coração.Entrei, futuquei e me deliciei.
    Deixo beijos, incentivos, meu respeito e admiração.
    Votos de paz e harmonia e o desejo de que a horta cresça e prospere como amor dos dois.
    Quando quiserem dividir um dedo de prosa passem no cafeebolinho.blogspot.com
    _^_ Shanti

  20. Como não se apaixonar por você, pelo Tomé e pela Nina, e por vocês? ontem vendo suas fotos o meu sorriso no rosto era constante…, lendo o texto, regado de tanto sentimento bom, genuíno e tão lindo de ver, eu sou muito grata pela internet ter me trazido até aqui. Se podemos fazer isso, e eu acredito cada diz mais que sim, mando pra vocês as melhores energias ,sorrisos, com carinho de quem um dia ainda espera, paciente e apaixonada, viver uma vida e um amor com o de vocês. Namastê..

  21. Admiro a forma como você se expressa.
    Eu amo esse seu texto, talvez por me identificar muito… Trago um amor assim dentro de mim!

  22. Lágrimas rolaram no meu rosto agora! Descobri ontem por aqui, um pouco da história de vocês e não consigo mais parar de ler cada post, pois amo Chapada Diamantina e este exemplo de uma vida sustentável é o que eu almejo para mim. “Desejo bençãos na vida da sua família”

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s