O sumiço

Captura de tela 2014-04-03 às 21.42.11

Gente, ando meio sumida deste devaneio sem fim que é o Notas. Mas é que andei viajando e só agora voltei pra casa, ufa! Tô organizando a vida dentro e fora do peito e já venho contar como foi esse primeiro rompimento da bolha verde!

Beijo pra todo mundo!

Manu

Anúncios

13 pensamentos sobre “O sumiço

  1. Amiga querida, abri hoje meu feicibuki e vi que muitos amigos compartilharam a matéria que fizeram sobre vocês no Nômades Digitais. http://nomadesdigitais.com/familia-larga-tudo-em-busca-de-uma-vida-mais-saudavel-e-menos-consumista/ Achei muito bonita! Aí entrei aqui pra me colocar em dia das suas peripércias e te digo uma coisa: me emocionei muito! Que presente essas fotos, seus textos… Você!! Que mulher maravilhosa você é! Meu amor por vocês só aumenta! TUDIBOM!

  2. Estou encantada com tudo que li/vi/senti aqui até agora! A delicadeza das palavras que só retrata a sinceridade da plenitude que está sendo vivida!
    Obrigada por compartilhar momentos tão belos que em breve espero viver também!
    Abraços e muita felicidade para toda família! 🙂

  3. Olá Manu, descobri seu blog nem sei como, fico de uma página a outra guiada pelo instinto e por imagens que me atraem e parei aqui não por acaso. Pode parece piegas (sempre tenho medo de parecer piegas) mas chorei o tempo todo lendo seus textos e vendo suas fotos, li tudo de uma vez só, sem levantar da cadeira. Não me entenda mal, não tem nada de triste no teu blog, vc é linda, sua família, sua casa, sua vida, é tudo muito lindo. Chorei pq percebo, agora, que não fui capaz de seguir o que meu instinto sempre me pediu. Me deixei levar pela pressão de uma família e de um estilo de vida pautado no capitalismo e no consumismo, mesmo que eu tenha tentado ser diferente de algumas pessoas que me cercam, por exemplo, consumindo livros, discos e tecnologia, em lugar de sapatos e bolsas. Mas, isso me faz diferente mesmo? Planejei várias coisas nesta direção q vc seguiu, mas sempre dei pra trás. Hoje, meu filho tem 18 anos, eu tenho um apartamento em lugar legal, tenho carro, livros mais do que dou conta de ler, estou fazendo doutorado na Espanha, tenho um emprego que paga bem, mas não sou feliz. Estou aqui o tempo todo pensando “Que é que estou fazendo aqui?” “Pq quero este título?” “Pq todos têm tanta vontade de vir para a Europa comprar perfume francês”. Aqui tudo tem me parecido tão mesquinho que confesso: Queria mesmo estar na chapada diamantina(pra onde sempre ia qnd estava no brasil, mas sempre como turista) queria estar de pé no chão, morro de saudade do meu cachorro, do meu filho, do meu namorado que não vejo há 4 meses, de falar na minha lingua e de ter uma vida mais simples, sem essas correntes todas que, na verdade, eu mesma coloquei, qnd aceitei a pressão e, na boa, estou morrendo de inveja de você . Desculpe o desabafo grandão, mas se eu falo isso para as pessoas do meu círculo, pensam que sou doida, esta semana mesmo falei no face que trocaria de lugar com uma prima que mora em uma fazenda no interior da Bahia e ela me disse que eu estava sendo irônica, então eu me calei. Sempre penso que não dá mais tempo de mudar o caminho, mas, depois de conhecer tua história e de perceber que eu não preciso estar sofrendo tanto aqui, por algo que é só status já começo a repensar meus planos, e de uma coisa tenho certeza, mesmo que todos me cobrem e ninguem entenda, preciso mudar algo em minha vida. Obrigada por compartilhar tua história e tuas escolhas, muitos q fazem isso nem se dão conta dos impactos, no seu caso, positivos. Baijos pra vc e pra tua família!

    • Jeci, que foda essa sua mensagem! Me arrepiei lendo seu desabafo e fiquei com vontade de estar aí contigo pra gente conversar um monte! Eu entendo cada letra dessa sua mensagem e não te julgo pelas escolhas ou pela forma como guiou a vida! O mais importante é sentir que vc tá repensando tudo e entender que nunca é tarde demais pra mudar uma coisinha aqui e outra ali. Te desejo, lá do fundo do meu peito, que as coisas saiam do eixo pra vc poder colocá-las outra vez, tem hora que é preciso desorganizar para se organizar, né? Força na peruca, Jeci! Bota rodinhas no pés, tira um bocado de juízo da cabeça e se joga na essência que grita aí dentro desse coração! Um beijo e todo nosso carinho pra vc!

  4. Oi Manú, amo seu blog! É a primeira vez que escrevo, mas já a acompanho há alguns meses.O que me encantou foi a vida simples e de qualidade que vocês sempre buscaram ter; compartilho dos mesmos ideias e ainda vou concretizar também… seu blog é para todos aqueles que já não veêm tanta graça (ou nenhuma) de viver “escravo” de uma sociedade consumista ever…bjs e volta logo!

  5. Oi Manu, Hugo, Tomé e pequena Nina, espero que estejam todos bem, nossa comecei a acompanhar hoje esse lindo diario e estou ansioso pra lerr como foi sua viagem! abraços jesus!

  6. Manu/Hugo/filhos saídos de telas de cinema. Que blog mais lindo, que fotos mais lindas, que vida mais linda. Hoje estou eu aqui, engravatado, sentado atrás de uma mesa de escritório, com um milhão de coisas pra fazer e me deparei com o blog de vocês. Dei uma enganada nos afazeres e li quase todas as postagens de vocês. Quanta coragem e quanta sabedoria emanam da vida simples que vocês optaram por ter! Estou “de cara” pelo fato de ver que a gente pode viver de forma tão mais simples e tão mais completa. De vez em vez, me sinto tão vazio nessa corrida louca e desenfreada por um sucesso que no fim das contas abrevia nossa vida. Não os conheço, nunca os vi, mas os terei agora como meus professores: não professores do Direito, mas sim da vida.
    Vou pedir a Deus um caminhão de coragem para um dia largar essa futilidade cosmopolita e ir meter o pé na terra e comer do que plantei, sem pressa, sem disputas bobas, sem medos e, com certeza, sem frustrações. O que senti lendo tudo o que você escreveu é que a maldade do mundo ainda não contaminou esse pedaço de paraíso onde você e sua família optaram por viver.
    Muito obrigado por compartilhar isso conosco, meros mortais-mortos da cidade. Um fraterno abraço em todos vocês!
    Ah, e conte com uma leitura fiel daqui para frente (já estou te seguindo).

    • Que massa, Daniel!
      Ficamos felizes em saber que chegamos até aí de forma tão legal e que agora vc vem com a gente! Hehehehe!
      Essa coragem uma hora bate aí na sua porta, se esse for mesmo o seu desejo de mudança. Estamos aqui torcendo por vc!
      Um abraço de urso de nós 4!

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s