IMG_9260

Sumimos daqui porque estivemos em tantos lugares dentro e fora da gente desde o último post que não me sobrou fôlego pra compartilhar antes. Nesses momentos, na maioria das vezes, me fecho feito tatu bola e fico ali rodopiando e entendendo as coisas balançando dentro de mim. Mas agora já saímos do olho do furacão e estamos inteiros para poder contar sobre como a vida tem tirado a gente pra dançar.

Tárra tudo bom demais pra ser verdade no ecocentro onde estávamos vivendo, mas a casa caiu e, por incrível que pareça, tudo ficou melhor depois disso. Pra simplificar essa parte, vou resumir o motivo dessa partida em uma palavra que é muito importante no meu vocabulário, a hipocrisia. Sim, importante no sentido de que é uma das coisas que mais leva embora minha tolerância, eu tenho verdadeiro pavor de gente hipócrita, mais do que de barata que voa. Viver em um lugar maravilhoso no meio da natureza, com mil e uma possibilidades de transformar o mundo em algo mais bonito, cheio de gente do bem é felicidade digna de propaganda de margarina. E foi, até aparecer um Zé carregado da porcaria da ego trip (o que pra mim é meio demodê, cá entre nós), mania de poder, sede de muita grana a qualquer custo e mais um monte de conceitos e valores que vão na contra mão dos nossos, fazem curva na mentira e desembocam na hipocrisia. Então, meu bem, pernas pra que te quero, bora zarpar daqui!

Pois é, mas pra onde agora, produção?

Em um mês arrumamos as malas e tentamos pensar numa saída pra esse momento, mas sempre daquele jeito nosso, enchendo a bola da confiança e furando o pneu do medo do incerto. E, como em toda troca de cenário da família insistentemente cigana, uma parada em Minas, no colo da família, no conforto do ninho. E ali um mundo de coisas aconteceu, como se o universo estivesse trocando todas as placas de direção da estrada que estávamos seguindo, só pra ver até onde a gente iria guiados pelo próprio instinto. Perrengue, seja bem vindo OUTRA VEZ, te entrego meu corpinho até que meu entendimento te perceba como um passo pra frete, daí te transformo em gratidão e sigo linda, loira e japonesa!

IMG_9257

E é tudo muito mágico mesmo, saca? Quando você entrega o peito aberto e aceita que é pela desordem que a gente se organiza, as coisas seguem a fluidez que precisam pra ser coisas importantes no seu processo evolutivo. Daí começamos a rever todos os pontos que gritavam na gente uma mudança necessária depois de tempos rígidos na inércia da rotina, sem crescer. A educação das crianças, a relação com grana, os laços familiares, as faltas que excedem, o amor de dois e mais, tudo o que interferia diretamente na nossa paixão pela liberdade. Ameaçar a nossa liberdade é fazer a gente virar bicho brabo e cheio de agonia.

E a chegada da clareza sobre tudo, quando a cortina de neblina se esvaiu, veio aquele sopro fresco de vento que o universo provê como um carinho na alma, esse que te lembra que é pra frente que se anda, que é com amor e verdade que se celebra essa vida larga! Então, uma irmã dessas que a gente tem de muitas encarnações, aparece como a manifestação palpável desse fluir bonito e nos convida pra viver perto dela, num paraíso ali na Bahia, terra de todos os santos e um lugar pelo qual já carregamos um amor de outras vivências. Mais uma vez, o universo dança e a gente entra na roda, muda o cenário da vida, sacode a poeira dos sapatos e se prepara pra pisar na estrada de novo. Outro recomeço sem medo, outro recomeço sem a expectativa de que seja o último, somos livres e estamos prontos pra mais uma aventura bonita.

E aqui estamos, num lugar onde os olhos alcançam coqueiros carregados, o biquíni sempre no varal lembrando que a maré ta pra peixe, sendo abraçados pela brisa do mar, luas lindas, calmaria e gente. São seis famílias que vivem em perfeita harmonia numa antiga fazenda, como uma comunidade que não tem a pretensão de ser organizar como tal, por isso conseguem ser uma família tão integrada e linda! Tomé e Nina agora só andam de galera, são 12 crianças dependuradas em árvores, brincando na areia, brigando, descobrindo o respeito ao outro, se reconhecendo, experimentando e se jogando na delicia que é ser criança no meio da natureza.

IMG_9040

Algumas coisas ainda vão se ajeitando aqui na constância do mundo adulto, todo recomeço tem um tempo de fazer uma bainha aqui, uma costurinha ali, pregar um botão pra coisa ganhar firmeza. Mas pra isso tem a comparsa de velhos tempos, a natureza, essa que traz o tempo rei na medida do respeito que ele merece. E tem os guias, os ancestrais, os orixás, os santos, as entidades, a força, o grande mistério, toda essa “gente” que tá sempre na nossa cola e aos quais eu honro com um bocado de rezo e o melhor de mim, sempre.

Muita coisa nova vem chegando, muitas sementes fortes sendo plantadas, muitos projetos ganhando forma, estamos nos sentindo mais maduros e mais preparados para dar passos maiores. Sinto que é porque esse lugar nos trouxe a sensação de acolhimento, como um abraço forte depois de um choro doído, talvez o primeiro lugar onde pensamos em construir uma casa, ter um lugar pra onde voltar, uma família enorme de gente que vibra as mesmas conexões e o amor que buscamos ser cada dia mais. O universo é tão sábio que passa uma vida te enchendo de tapas e beijos, te dando e tirando, te oferecendo retas e curvas e te preparando para merecer o que sempre foi seu, o que ele guardou no canto mais bonito da sua imensidão. Sinto esse momento chegando não como um mar de rosas, mas percebo que quanto mais alinhados estamos por dentro, menos sentimos os terremotos que rolam do lado de fora. Aliás, dentro e fora ficam bem apertados quando enxergamos que um é pura e simplesmente o reflexo do outro. Tipo toma lá, dá cá, só que você com você mesmo!

Depois a gente conta mais sobre as coisas daqui, queria mesmo era terminar esse falatório todo manifestando minha gratidão pelas possibilidades que a belezura dessa vida tem nos dado. E também dizer pra Ruah, minha irmã de alma que agora é minha vizinha como a gente sempre sonhou, que meu amor e gratidão por você não tem tamanho nem fronteira, a gente é rio que corre pro mar. Hugo, a cada passo que damos juntos, te amo mais.

IMG_9057

 IMG_9147

Anúncios

29 comentários em “O recomeço (de novo!)

  1. Essa sua vontade de viver enche minha vida de coragem! Que seus passos sejam sempre largos e grandiosos! De Bahia para Bahia, essa terra é um paraíso que não tem fim!

  2. Que coisa mais linda! Nos enche Dr inspiração para encarar as mudanças da vida de uma forma mais forte e confiante. Muita Luz nessa caminhada.

  3. E ainda assim continua a me fazer chorar… rsrsrsrs. E eu que achei que porque a gente tá mais do que colada agora, quando te lesse da próxima vez, não ia ter lágrimas.. rsrsrs. Elas adoram transbordam gritando do amor que tem por ti aqui dentro! E sinto que assim sempre será! Gratidão minha, preta! Gratidão ao Criador por nos unir, cada vez mais, em beleza, leveza e profundidade! Nossas asas e raízes se reconhecendo e fortalecendo cada vez mais! Gratidão por tudim que vocês são pra e junto com a gente! TE amo infinitamente! Sempre!

  4. Manu, Manu, sempre encantando com suas sábias reflexões! A vida é uma dádiva que vocês reconhecem e compartilham com tanta verdade que dá vontade de abraçá-los infinitamente! E quanta criatividade nas entrelinhas! Desejo daqui muito mais amor, que se some, multiplique e eleve-nos às alturas dessa imensidão! Obrigada pela inspiração ❤

  5. De uma xará pra outra, de um mineiro pra outra:
    “O correr da vida embrulha tudo A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.” (Guimarães Rosa)
    Beijo, querida!

  6. Sejam muito felizes em mais um recomeço! E, outra vez, agradeço pelas palavras cheias de poesia e liberdade; palavras essas que me fizeram movimentar e sair de uma vida estreita demais e com pouco brilho para acomodar minha existência. Hoje, ao escrever essa mensagem, olho pela janela que está bem à frente de minha escrivaninha e vejo minha hortinha,minhas flores, borboletas voando,meu marido regando as plantas amorosamente, enquanto meu filho joga bola no quintal, debaixo desse sol glorioso! Foi uma mudança de vida colossal e assustadora, mas sempre tínhamos a certeza de que caminhávamos em direção ao que nossa alma pedia! Estamos muito felizes e vocês têm uma pontinha de responsabilidade em tudo isso! Gratidão!

  7. que coisa mais linda o peito aberto de vocês. coração coração, asa e pá, borboleta!!!! acompanho com amor as andanças da famiglia e desejo muita amplidão e magia sempre. também compartilho esse amor à liberdade, e sou solta no mundão, aprendendo sempre com os trancos aconchegos barrancos surpresas abraços. vamo que vamo. mandando love beams cá das españa xx su

  8. Manu, querida… lindo é ver vocês reconstruindo a vida e a felicidade vezes sem conta… lindo é ver vocês indo em busca do que querem, sem medo de errar ou vontade de voltar para trás… lindo é poder compartilhar dessas experiências únicas pelas suas tão bem colocadas palavras, que fazem fluir tudo de melhor que existe dentro da gente… Tô aqui, longe pra caramba, num lugar oposto em todos os sentidos, numa selva de pedra, tentando conectar meus fiozinhos internos pra ser feliz também, mas me sentindo já, por ter encontrado vocês…

    Muito amor, muito luz, muita felicidade…. muito tudo, pra vcs todos!!! ❤

  9. Manu, te acompanho há muito tempo, seus relatos sempre contribuem de alguma forma, principalmente nesse momento! Desejo muitas felicidades nesse novo ninho, que seja eterno enquanto dure. Muito grata e muitos beijos

  10. Boa sorte Manu e Hugo!! Pra vocês e para as crianças… Vocês merecem o melhor desse mundo, pela coragem e principalmente porque são pessoas do bem!!!
    Qualquer hora quero fazer uma visitinha !!!
    Beijos e abraços !

  11. Desejo tudo de bom para vcs!! Charles chaplin disse:

    Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.

    Charles chaplin

  12. Vocês são inspiradores, e é palpável a energia boa que tem! Fico feliz por estarem felizes e desejo que os bons ventos continuem os guiando sempre!

    Beijo!

  13. Derreto-me de paz e alegria ao ler suas doces palavras! Até os momentos mais árduos ficam mais leves quando são narrados por você. Obrigada por nos proporcionar a leitura de seus textos. Muito boa sorte para o seu novo rumo 🌹

  14. Hugo e Manu, o tempo divino atual é de ressurreição (no seu mais profundo sentido). Deixar-se morrer e renascer. Ser Fênix … várias vezes: de tempos em tempos… e a cada momento. Que a alegria continue a nortear a vida de vocês. Talvez um dia possamos nos conhecer. Gostaria muito.

  15. Amo te ler…me enche de vontade de seguir a diante, furar os pneus do medo e da insegurança…Que os Deuses e Deusas te ilumine e te guie nessa caminhada. Ansiosa pelo novo post.

  16. Hoje, eu descobri seu blog. Hoje mesmo, eu li todas as historias dele. Ainda hoje, eu, vi as fotos que você guarda para Tomé e Nina no Tumblr. Desculpa se pareci invasiva. Não, não é fanatismo, longe disso. É admiração. É surpresa. É alívio. É esperança. De que? De que ainda existem pessoas que deixam a sua vida caótica e desnecessária, para viver do amor, da terra e das coisas que realmente tem valor. É deixar a burocracia INSUPORTÁVEL da vida na “sociedade urbanizada” para viver seus problemas “com cabelos aos ventos e visão para montanha.” Você ganhou hoje uma discípula. Tem meses que tenho pensado muito sobre isso de viver a vida com essência de terra,água,ar e amor, ao invés de me aprisionar ao ciclo consumista que cresci e cresço pois só tenho 18 anos. E hoje eu só tive mais certeza disso. Mesmo que também não seja fácil, mesmo que eu ainda precise de dinheiro, eu sei que vai ser a melhor escolha. E terei orgulho de mim, se conseguir isso e, se conseguir ser tão humana quanto você me pareceu ser.
    Um dia, eu quero que meus problemas seja a galinha que escapou do galinheiro ou a chuva que destruiu a minha horta. Você é um exemplo a ser seguido. Beijos e abraços de urso também!

  17. Que lindo seus textos!! Queria ter um pouco da sua coragem, sempre sonhei em ter uma vida em meio a natureza!!! Penso muito em ir morar na Serra do Cipó-Mg mas ainda n sei… Bem, adorei todos os seus posts!!! Obrigado

  18. Morar em SP está cada vez mais desgastante, e olha que moro aqui a 2 anos e pouco, quase 3. Já não aguento mais.
    Todo dia essa correria, essa obrigação de horários, sentada na frente do computador 9 hrs por dia. Isso não é viver, é sobreviver…
    Mas pra onde correr? Por onde começar?

  19. Oi, Manu. Que saudade que eu tava de você. Não notei sua ausência, na verdade, porque eu também estou passando por mudanças e re-pensando muita coisa. Mas que bom que vim aqui e te encontrei em outro recomeço cheio de oportunidades. Gratidão por isso. Fica bem. E dá noticia.

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s